Guerra contra o mosquito: Ação preventiva na SAD inclui vistoria diária nas calhas

Campo Grande (MS) – A Secretaria de Administração e Desburocratização do Estado tem adotado medidas preventivas no combate ao mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus. Uma das principais ações da secretaria é o cuidado diário que praticamente anula os focos de dengue.

Um grupo específico de servidores realiza diariamente a vistoria nos vasos existentes na secretaria, verifica e realiza a limpeza de folhas que se acumulam nas calhas e os depósitos vinculados à secretaria são averiguados com frequência a fim de evitar o acumulo de água. Para a realização desse trabalho é necessário muita paciência e dedicação. O servidor Luciano Espíndola se encaixa perfeitamente nesse perfil, e não por acaso faz parte da equipe responsável por realizar diariamente o trabalho de combate ao Aedes Aegypti na secretaria. “A SAD é uma extensão da nossa casa, passamos o dia todo aqui, então devemos ter o mesmo cuidado” explica. Essa mesma vistoria é realizada diariamente nos prédios da Ageprev, Escolagov, e Folha de Pagamento.

7Z2A1747
O cuidado minucioso e preventivo na secretaria existe antes mesmo da atual epidemia que preocupa as autoridades. O secretário de Administração, Carlos Alberto de Assis, destaca a importância de evitar a proliferação do mosquito transmissor. “Mais importante que o combate é a prevenção. Esse é o momento de unir forças. Se cada um fizer a sua parte em pouco tempo essa será uma batalha vencida” pontuou Assis.

O mosquito Aedes Aegypti transmissor da Dengue, Chikungunya e Zica Vírus, mede menos de um centímetro, leva apenas cinco dias para se desenvolver completamente e sua reprodução ocorre em qualquer lugar que contenha água parada.

7Z2A1772

Conforme boletim da Secretaria Estadual de Saúde divulgado na ultima quarta-feira (6), Mato Grosso do Sul já contabiliza 44.523 casos notificados de dengue, e 17 óbitos confirmados. Os números de notificação por febre chikungunya em Mato Grosso do Sul já somam 170 casos, sendo oito confirmados. E o primeiro caso confirmado de Zika Vírus no Mato Grosso do Sul foi divulgado no ultimo dia 30 de dezembro.

Foi lançado oficialmente ontem (7) no Estado, o “Plano Nacional de Combate ao Mosquito Aedes Aegypti” e na ocasião também foi lançada a campanha estadual “Guerra Contra o Mosquito”.

Mireli Obando – Comunicação SAD

Fotos: David Majella